Pessoa ao computador, representando o que não fazer nos social media em tempos incertos
Este artigo foi originalmente publicado a 7 de abril de 2020 e foi atualizado a 25 de fevereiro de 2023.

Na incerteza, há algumas coisas a não fazer nos social media. Não é possível prever uma crise, mas é possível prepararmo-nos para uma.

Para isso, é necessário ajustar as estratégias, para garantirmos que a nossa marca vai conseguir atravessar estes tempos e com o mínimo prejuízo possível.

Por isso, identificámos 4 coisas que a sua marca não deve fazer nos social media em tempos incertos. Criámos, ainda, outro artigo com o que deve fazer nos social media nestes tempos incertos.

Desaparecer

As marcas que se mantiverem ativas online serão as lembradas quando a crise passar. Por isso, desaparecer dos social media, esconder-se debaixo de uma pedra, não pode ser uma opção.

É importante dar a cara, mostrar que se está presente em todos os momentos, ao lado do consumidor. Mesmo em momentos mais incertos.

Não reajustar a estratégia atual

É errado pensar que pode continuar a comunicar como se não estivesse perante uma crise e que os consumidores não vão perceber isso.
Tem de colocar em pausa a estratégia atual e pensar nas necessidades atuais do público-alvo e como é que lhes pode acrescentar valor nesta fase.

Quando reavalia a sua estratégia de comunicação, deve sempre questionar-se:

  • O que está planeado ainda se adequa à atual situação?
  • Como é que o público-alvo irá reagir?

E não se esqueça: é nestes momentos que as pessoas procuram inspiração e informação junto das marcas.

Manter a oferta pré-crise

Nunca a expressão “mudam-se os tempos, mudam-se as vontades” fez tanto sentido.

Assim como a estratégia, também os produtos e serviços das marcas devem ser repensados, assim como o seu canal de distribuição.

Os produtos que os consumidores precisavam e desejavam há um mês, já não são os mesmos que precisam ou desejam hoje.

É também importante avaliar como é que as pessoas podem receber ou comprar os seus produtos e se há necessidade de investir nesta área. Por exemplo, se tem um negócio local, que parcerias pode fazer para fazer chegar os produtos até aos seus clientes? Mas se é uma empresa de produtos de cosmética, eletrodomésticos ou alimentos e ainda não tem loja online, estará na hora de apostar numa?

Poderá também ser uma boa oportunidade para melhorar o seu produto, como acrescentar uma nova funcionalidade, um software, ou oferecer um produto totalmente novo, como cursos online.

Não repensar o orçamento de publicidade

Em situações de crise, as empresas tendem a reduzir os custos em publicidade. E isto pode ser uma oportunidade para a sua marca. Menos concorrência leva a descidas no custo dos anúncios. Logo, não repensar o orçamento de publicidade pode ser a diferença entre ser mais ou menos bem sucedido durante esta fase.

Estas são apenas algumas das coisas que não deve fazer durante esta fase. Ainda assim, convém avaliar a sua situação ao detalhe e adotar medidas adequadas especificamente ao seu negócio.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

14 soluções para ultrapassares os principais desafios de um Social Media Manager sem dores de cabeça.👇