Que tipos de comunidade online existem

Se pretendes criar ou participar numa comunidade online, é importante teres em mente os diferentes tipos de comunidade online que existem.

Uma comunidade online é um grupo de pessoas com um interesse ou propósito comum que utiliza a internet para comunicar uns com os outros. E pode ter diferentes formas e tamanhos.

Empresas, marcas, infoprodutores e criadores de conteúdos têm se apercebido do poder da criação de uma comunidade online. E, embora possa parecer que todas as comunidades existentes são semelhantes, elas podem ser muito diferentes.

As comunidades não têm um rótulo.

Assim como as pessoas, as comunidades nem sempre se encaixam de forma perfeita numa categoria.

Apesar de eu te apresentar uma categorização ampla dos tipos de comunidades online que existem, é importante ter em mente que cada comunidade é diferente, porque as pessoas que fazem parte dela são diferentes.

Uma comunidade pode enquadrar-se na categoria de comunidade de marca, e também ser uma comunidade de aprendizagem porque as necessidades dos seus membros assim o exigem. 

As comunidades híbridas são comuns. É importante lembrarmo-nos sempre – as necessidades da nossa comunidade definem a sua estrutura e abordagem.

Quais são os diferentes tipos de comunidades existentes?

A maioria das comunidades online centram-se na união de pessoas em torno de um interesse, causa ou objetivo comum. Os membros conectam-se, cooperam e partilham os seus conhecimentos uns com os outros. A diferença está no tema central da comunidade.

1. Comunidades de marca

Estão associadas a marcas e são um dos tipos de comunidade mais comuns. Mas não é apenas um local onde as pessoas falam sobre uma marca. Uma comunidade de marca é um grupo de pessoas que têm uma ligação emocional ao que uma empresa faz.

Exemplos:

Características chave deste tipo de comunidade:

  • Têm como objetivo serem divertidas – No seu core, trata-se de celebrar uma marca e tudo o que os clientes adoram nela.
  • São caracterizadas pela partilha de muitos conteúdos gerados pelos utilizadores e a estratégia de interação com a comunidade está centrada em encorajar as pessoas a partilharem este tipo de conteúdos.
  • É normal realizar passatempos, concursos e questionários, como forma de interação com a comunidade.

Para empreendedores e organizações, as comunidades de marca podem ser um enorme trunfo na geração de leads e criação de oportunidades de mercado. Quando bem feito, este tipo de comunidades pode ser uma ferramenta poderosa para crescer uma empresa.

2. Comunidades de aprendizagem

Quantas vezes procuraste um colega com quem estudar? Ou um colega com quem queres trocar ideias?

Pessoas que gostam de aprender, geralmente, gostam de o fazer com outros. Não há melhor forma de aprendermos do que a fazer perguntas, partilhar ideias e receber feedback do que numa comunidade. 

Uma comunidade de aprendizagem é um grupo de alunos, professores e funcionários que têm objetivos comuns em termos de aprendizagem. 

Exemplos:

Características chave deste tipo de comunidade:

  • Têm objetivos semelhantes em termos de aquisição de conhecimento sobre um determinado tema.
  • Estão focados em fazer e em responder a perguntas – o principal ponto diferenciador destas comunidades em relação a outras.
  • Permitem que os participantes colaborem na criação de conteúdos de aprendizagem, partilha de recursos e discussão de problemas e desafios.

De todos os tipos de comunidade, as comunidades de aprendizagem são as mais relevantes para quem vende cursos. E são um excelente ponto de partida para crescer uma comunidade de marca e uma comunidade de membros.

3. Comunidades de networking

Uma rede (network) tem tudo a ver com conexões. Num espaço online as pessoas também gostam de se juntar para se conectar com pessoas que são como elas. É aqui que entram as comunidades de networking – um tipo de comunidade centrada em ligar uma pessoa a outra, com um objetivo específico, incluindo circunstâncias como uma doença ou condição crónica.

As comunidades de networking empresarial são um tipo de comunidade de networking, onde os membros procuram conectar-se a outras pessoas com os mesmos interesses profissionais ou a mesma profissão.

É também comum vermos características deste tipo de comunidade presentes nas comunidades de marca e nas de aprendizagem.

Exemplos:

Características chave deste tipo de comunidade:

  • São focadas no debate – os participantes partilham os seus pedidos de ajuda ou apoio e temas/questões para discussão.
  • Dão aos membros a oportunidade de encontrarem soluções para os seus problemas e questões comuns que enfrentam.
  • São geralmente mais formais do que outros tipos de comunidade, como as comunidades de marca e de fãs.

4. Comunidades sociais

O tipo de comunidade mais comum e mais fácil de reconhecer. As comunidades sociais são as comunidades baseadas na construção de relações sociais em fóruns, redes sociais ou outros pontos de encontro online.

Nas comunidades sociais, as pessoas juntam-se para conversar, partilhar e divertirem-se. Este é um bom tipo de comunidade para as marcas utilizarem para fins de marketing, se o objetivo for notoriedade de marca. Não são de todo o tipo de comunidade para serem utilizados para publicidade.

Exemplos:

Características chave deste tipo de comunidade:

  • Variam muito de tamanho – vão desde um grupo privado de amigos no WhatsApp até a comunidades de muitas milhares de pessoas.
  • Pensa nelas como uma festa numa casa virtual – é um grupo de pessoas que se reúne para passar tempo e debater temas de interesse.
  • Podes encontrar comunidades sociais em todas as redes sociais, incluindo no Instagram, Facebook e Twitter.

5. Comunidades de fãs

As comunidades de fãs são um tipo de comunidade centrada em torno de um interesse específico, como uma banda, livro, série ou Youtuber.

Assim como as comunidades sociais, as comunidades de fãs procuram criar conexões sociais, mas sempre associadas a um interesse específico.

São, geralmente, públicas e abertas a todas as pessoas, mas alguns criadores estão a tornar as suas comunidades privadas a quem apoia o seu trabalho através de canais como o Patreon.

Exemplos:

Características chave deste tipo de comunidade:

  • São, grande parte das vezes, iniciadas por fãs ou criadores para construir uma comunidade em torno de uma paixão comum. 
  • As interações são quase exclusivamente sobre o tema da comunidade de fãs.
  • Muitas vezes envolvem tipos específicos de conteúdos gerados pelo utilizador como fanfic, arte, vídeos e outros que não são tipicamente encontrados noutros tipos de comunidades online.

Nem todas as marcas são adequadas para a criação de comunidades de fãs, mas se fores um criador ou artista, as comunidades de fãs podem ser uma ótima ferramenta para cresceres a tua notoriedade de marca.

6. Comunidades de conhecimento

Um tipo de comunidade criado exclusivamente para fins de marketing – uma comunidade de conhecimento é uma forma das marcas recolherem dados sobre os seus clientes.

Visam utilizar a interação com os clientes para desenvolver, testar e melhorar diferentes estratégias de marketing (por exemplo, para criar buyer personas). Os membros são normalmente recrutados a partir de uma base de clientes existente da marca, logo são pessoas que já conhecem bem os produtos ou serviços.

Características chave deste tipo de comunidade:

  • Seguem um plano de investigação estruturado com tópicos, questões e tarefas definidas pelo moderador da comunidade.
  • Podem ser de curta duração – algumas duram algumas semanas, outras duram anos. A duração depende das necessidades da equipa de investigação.
  • São sempre privadas e a informação discutida entre os membros da comunidade é muitas vezes confidencial, especialmente para empresas de grande dimensão (daí não conseguir fornecer exemplos deste tipo de comunidades).

As comunidades de conhecimento são um recurso valioso para as marcas que querem reunir mais informações sobre os seus clientes. Tendem a ser adjacentes às comunidades de marca, funcionando como comunidades mais pequenas e acessíveis apenas por convite.

7. Comunidades de membros

São criadas para proporcionar aos membros acesso a recursos, informação e apoio exclusivos.

As comunidades de membros tendem a ser mais exclusivas do que as outras. Normalmente exigem que os utilizadores se inscrevam através de um site específico e paguem uma taxa de adesão para se tornarem parte da comunidade. Em troca, os membros têm acesso a conteúdos e recursos específicos.

Exemplos:

Características chave deste tipo de comunidade:

  • Estão muitas vezes acessíveis apenas por convite. Depois de te inscreveres como membro, serás admitido no grupo.
  • São frequentemente utilizadas como parte de uma oferta Premium, dando aos membros que pagam acesso exclusivo ao grupo.
  • Como são pagas, podem ser mais exigentes. Os membros esperam um certo nível de serviço – o que significa que é necessária uma estratégia abrangente de interação com a comunidade para ser bem sucedida.

Se és um criador de cursos, podes criar uma comunidade de membros para dar acesso aos teus alunos a conteúdos e apoio exclusivos.

8. Comunidades locais

Se fazes parte de um grupo de Facebook do teu bairro ou cidade, então fazes parte de uma comunidade local.

Se a maioria das restantes comunidades existem, geralmente, apenas online, as comunidades locais estão baseadas num local físico ou localização geográfica.

São mais pequenas e têm um foco mais específico e podem incluir grupos que recomendam lugares para comer ou coisas para fazer numa cidade. 

Características chave deste tipo de comunidade:

  • São limitadas em termos de crescimento de membros, pois só são relevantes para pessoas numa determinada localização geográfica.
  • São normalmente dominadas por discussões relacionadas com a área local, por exemplo, notícias e recomendações locais.
  • Correm o risco de terem demasiados conteúdos comerciais. Para evitar isto, são necessárias orientações para a comunidade e moderadores.

As comunidades locais só são relevantes para marcas locais ou podem ser subgrupos das comunidades de marca ou de comunidades de aprendizagem.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.