Como tornar a sua marca móvel em 3 passos

Social Media Feed - Comunidade de Profissionais de Social Media

Este artigo foi publicado originalmente no blog da Oakreative.

Quase 60% do tempo gasto no digital é agora mobile. Desde comércio ao conteúdo e redes sociais, o mais provável é que o seu público-alvo esteja à procura de marcas através de um dispositivo móvel.

Se a sua marca ainda não for mobile, o mais provável é que esteja a perder muitos potenciais clientes.

Nota: Dia 21 de Abril, o Google atualizou o seu algoritmo de forma a aumentar a importância do posicionamento dos websites que são compatíveis com dispositivos móveis – o que significa que o motor de pesquisa Google irá prejudicar websites sem compatibilidade com dispositivos móveis.

Tem estado a adiar a adaptação da sua marca ao mobile? Não é tarde de mais para começar. Existem três fatores principais para tornar a sua marca mobile: ter um website responsivo, tirar partido das aplicações com diretórios de empresas e usar os websites de avaliações/reviews.

Passo 1: Design Responsivo

O design do seu website é um fator determinante para saber se a sua marca está pronta para dar resposta aos utilizadores móveis. Os motores de busca já tornaram claro que preferem indexar um website tanto para os utilizadores de dispositivos móveis como de desktop – em vez de os ter em separado. E é aqui que o design responsivo entra em ação.

O design responsivo é essencialmente a ideia de que o seu website vai caber em qualquer dispositivo. Ou seja, à medida que o tamanho do ecrã vai diminuindo, os elementos que compõem o seu website vão-se adaptar automaticamente à largura do ecrã em que está a ser visualizado.

Website da Oakreative em Desktop Website da Oakreative em Dispositivo Móvel (Samsung Galaxy tab) Website da Oakreative em Dispositivo Móvel (iPhone 6)

Dica: Teste já se o seu website é compatível com os diversos dispositivos móveis.

Enquanto o tráfego móvel está a crescer, alguns designers ainda desenham os websites, primeiramente, para os utilizadores de desktop. Estes começam por projetar um layout geral e só depois é que pensam nos utilizadores de dispositivos móveis. Contudo, considere fazer exatamente o contrário.

Os utilizadores de dispositivos móveis são mais atentos àquilo que procuram – e normalmente só precisam do essencial.

Passo 2:  Tirar partido das aplicações com diretórios de empresas

As aplicações com mapas, representam uma grande parte das pesquisas móveis. Google, Apple e Microsoft – todos têm aplicações com diretórios em mapas para o seu sistema operativo – havendo ainda diversas aplicações de terceiros. O Facebook, FourSquare e Yelp também têm aplicações móveis populares com diretórios em mapas.

Cada uma destas aplicações tem listas onde uma marca pode inserir informações, partilhar fotografias e oferecer descontos. Estes são de valor inestimável para qualquer negócio, tendo em conta que um cliente pode procurar por um serviço idêntico ao nosso enquanto se desloca ou que esteja mais perto do que outro que já conhece – principalmente quando falamos em restaurantes, postos de gasolina ou qualquer outro tipo de empresas orientados a serviços.

Lembre-se que o Google e a Microsoft utilizam este tipo de anúncios para alimentar os seus resultados de pesquisa. Os diretórios de empresas do Yelp e do Facebook também são bem classificados nos resultados dos motores de busca.

Ao utilizar estes diretórios, estará também a dar um empurrãozinho ao seu website em termos de SEO (Otimização dos Motores de Busca).

Nestes diretórios, quanto mais informações adicionar, melhor. Comece por adicionar todas as informações relevantes, como as horas de funcionamento, morada e número de telefone. Sempre que houver alguma alteração a estas informações, não se esqueça de atualizar o seu perfil. Não há nada mais frustrante do que descobrir que as informações online de uma marca estão desatualizadas.

Adicione imagens a qualquer listagem que crie. Não só pode adicionar o seu logotipo, como também deve adicionar fotografias dos seus produtos e serviços. Imagens da sua localização e funcionários podem também ser úteis. O ideal é adicionar fotografias profissionais, mas qualquer imagem que associe à listagem deve ser aquela que não se importe que represente o seu negócio.

Escolha palavras chave relevantes para o seu negócio. Tenha em mente que estas serão utilizadas quando os utilizadores pesquisarem nestes diretórios. Considere a sua indústria, o seu produto ou serviço, a sua localização e o seu público-alvo. Se for uma pizzaria aberta 24horas/dia em Aveiro, “24 horas”, “pizzaria” “Aveiro” e “restaurante” podem ser palavras chave valiosas para o seu negócio.

Passo 3: Websites de Avaliações

Os websites e aplicações de avaliações/reviews estão, frequentemente, ligados a aplicações móveis com mapa. Muitas aplicações com mapas permitem aos utilizadores deixarem as suas avaliações, dando também as direções para as empresas. Contudo, normalmente não conseguimos ter muito controlo sobre os conteúdos gerados pelos utilizadores.

Algumas aplicações permitem que compre uma inscrição que lhe dá algum controlo sobre a forma como as suas avaliações são exibidas. Por exemplo, pode optar por ter os seus melhores comentários em primeiro lugar na classificação padrão. Se reivindicar a sua conta de empresa, também poderá contestar opiniões falsas, podendo ainda responder publicamento aos comentários que considere injustos.

Contudo, nunca poderá controlar quem escreve as opiniões nestas aplicações. A melhor maneira de influenciar, é inspirar comentários positivos. Infelizmente, não pode fazer isso através da compra ou solicitação de avaliações. Ao fazê-lo, poderá ser expulso.

A melhor forma de controlar a sua empresa nestes diretórios é encorajar avaliações positivas. Lembre os seus clientes que está presente nestes, seja nas redes sociais ou em folhetos que lhes ofereça. O Yelp, em particular, oferece um autocolante que diz “Veja-nos no Yelp”.

E, finalmente, chame à atenção dos comentários positivos ao publicá-los no seu website e redes sociais. Alguns restaurantes publicam-nos perto das caixas registadores ou à entrada, juntamente com o QR Code com instruções para os clientes encontrarem mais comentários positivos online.

Conclusão

A sua marca já é mobile? Partilhe connosco como tem reagido e como se tem preparado para as novas alterações ao algoritmo do Google.

Se fez o teste do Google que mencionámos em cima e o seu resultado foi Não compatível com dispositivos móveis, convidamo-lo para uma conversa. Quer decidamos, ou não, fazer negócios juntos, estamos confiantes que a nossa conversa estará repleta de novas ideias e abordagens que irão ajudar a crescer o seu negócio.

Fale connosco 

Social Media Feed - Comunidade de Profissionais de Social Media

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.