Browse By

4 formas de usar o LinkedIn como Ferramenta de Marketing

Quer usar o LinkedIn mais eficientemente?

Já pensou como o pode usar além de simplesmente listar as suas responsabilidades e trabalhos?

O LinkedIn é a rede social nº1 para profissionais, mas isso não significa que tenha de usar o seu perfil como um currículo tradicional – e aborrecido.

Neste artigo, irá descobrir 4 formas de tornar o seu perfil do LinkedIn numa ferramenta de marketing que atraia responsáveis pela tomada de decisões.

Desenvolva um Plano de Atuação no LinkedIn

Alguns estudos de 2014, indicam que 71% dos marketers de B2B afirmam que o aspecto mais importante do seu plano de marketing para o LinkedIn é a relevância da sua audiência. Isto aplica-se também a si. Quando estiver a atualizar o seu perfil do Linkedin, comece por definir como é que vai usar cada seção do seu perfil para mostrar aos potenciais clientes que é relevante para estes.

Quando alguém começa a construir um perfil, sem pensar como tirar o máximo partido deste, o mais provável é acabar em uma grande confusão.

Então, como é que pode corrigir isto?

Explore as 4 formas seguintes de como atualizar o seu perfil do LinkedIn para melhorar o seu marketing pessoal.

1 – Use títulos arrojados

É provável que já tenha visto perfis do LinkedIn com títulos que descrevem apenas a atual situação de emprego da pessoa.

E é exactamente isso que se espera de um currículo – certo? Mas você quer fugir ao currículo básico e tradicional.

O seu perfil do LinkedIn deve conter um título arrojado. Em vez de dizer aos seus potenciais clientes a sua atual posição, ofereça-lhes mais informações.

No meu perfil, uso um título forte e que faz com que as pessoas queiram continuar a ler:

4 formas de usar o LinkedIn como Ferramenta de Marketing - Título do Perfil do LinkedIn

Títulos intrigantes despertam o interesse dos potenciais clientes.

Eu estou a convidar as pessoas a aprenderem mais sobre o porquê de eu ser a melhor escolha para aquele trabalho, enquanto defino claramente qual é a minha especialidade – destacando-me no mar dos consultores desta área.

E pode fazer o mesmo. Pergunte-se a si mesmo estas questões:

  • Qual é a sua especialidade?
  • Como é que pode demonstrar/comprovar isso (p.e. Artigos Publicados)?
  • Quem é que o recomendou?
  • Que projectos demonstram o seu sucesso?

Agora, crie um título confiável que reflita as suas respostas. Vai usar o resto do seu perfil para reforçar essa afirmação.

Pode começar a reforçar essa afirmação na seção de Publicações. Inclua uma lista dos seus melhores artigos publicados em websites reconhecidos e com os quais a sua audiência está familiarizada. Por baixo de cada publicação, inclua um breve resumo e um link para o seu artigo.

4 formas de usar o LinkedIn como Ferramenta de Marketing - Publicações no LinkedIn

Ofereça aos seus potenciais clientes razões para clicarem e aprenderem mais sobre as suas especialidades.

Vá até à seção de Experiência. Para aumentar a sua credibilidade, peça a colegas de trabalho, clientes e parceiros que o recomendem para cada função que adicionou a esta seção. 

2 – Conte Histórias

A seção de Experiência têm um potencial que só alguns utilizadores tiram vantagem de. Por exemplo a maioria das seções de Experiência parecem um lista aborrecida de responsabilidades. A informação é difícil de captar e, se for como eu, vê uma seção de Experiência como esta e pergunta-se “E então?”.

Compare a sua seção de Experiência com o exemplo que apresento em baixo:

4 formas de usar o LinkedIn como Ferramenta de Marketing - Seção Experiência no LinkedIn

Diga aos seus potenciais clientes o que faz e como o faz através de exemplos e de histórias.

 

Neste exemplo, não só descrevo algumas das minhas tarefas, como explico os resultados alcançados e como os alcancei.

E porque invisto algum tempo a explicar como alcanço esses resultados, tenho sido contactada por clientes que afirmam estarem à procura de profissionais com o meu perfil e que estão dispostos a pagarem pelos meus serviços nesta área.

Quando olha para a sua seção de Experiência, como é que esta lhe parece? Se se parece com um currículo tradicional, reescreva esta seção de forma interessante e que mostre aos seus potenciais clientes como é que pode ajudar a empresa deste.

3 – Ofereça Estudos de Caso

Estudos recentes indicam que os de marketers de B2B afirmam que os estudos de caso são o tipo de conteúdo mais eficaz de em marketing de conteúdos. Ainda assim, esta forma de conteúdo não é uma prática comum no LinkedIn.

Contudo, e para reforçar o ponto anterior, tenho comecei a adicionar estudos de caso que comprovem os pontos que referi nas diversas seções que referi anteriormente.

4 formas de usar o LinkedIn como Ferramenta de Marketing - Seção de Projectos no LinkedIn

Use Estudos de Caso para reforçar e comprovar a sua especialidade

Na seção de Projetos (onde é possível clicar no título), tenho adicionado estudos de caso que partilho no blog da Agência de Marketing Digital em que estou a trabalhar neste momento, aumentando também o tráfego para o blog desta. Na seção de experiência, partilho os estudos de caso que não podem ser encontrados nos websites das empresas onde trabalhei.

4 – Inclua Conteúdos Multimédia

Os conteúdos multimédia são uma forma rápida de transmitir a sua especialidade e relevância aos potenciais clientes. Com a funcionalidade da galeria profissional do LinkedIn, pode adicionar vídeos, apresentações do SlideShare e outras ferramentas multimédia para demonstrar o seu valor. Infelizmente, são poucos os profissionais que tiram partido desta oportunidade.

Tanto da seção Sumário como na seção Experiência, tenho adicionado fotografias, vídeos, apresentações ou outros conteúdos que reforcem o meu posicionamento e especialidades que destaco ao longo do meu perfil.

4 formas de usar o LinkedIn como Ferramenta de Marketing - Adicionar conteúdos multimédia ao LinkedIn

Use conteúdos multimédia para mostrar as suas capacidades e enfatizar as suas especialidades

Se tiver um vídeo, adicione-o. Se tiver apresentações que fez em conferências, adicione-as. Se tiver artigos publicados, digitalize-os e adicione-os. Pode ainda mostrar as marcas com quem tem trabalhado e explique como contribuiu para o sucesso das mesmas.

Conclusão

São poucos os profissionais que têm tirado o máximo de proveito das funcionalidades do LinkedIn para atraírem clientes de B2B – continuando a usar o LinkedIn como um currículo aborrecido e tradicional.

Em vez de usar o LinkedIn dessa forma, faça-o sobressair criando títulos arrojados sobre as suas especialidades e reforçando-as com exemplos concretos de como pode ajudar as empresas a alcançar o sucesso, partilhando estudos de caso relevantes e adicionando conteúdos multimédia.

Nota: Todas as dicas anteriores podem também ser aplicadas a profissionais e/ou estudantes à procura de novos desafios.

O que é que acha? Tem atualizado o seu perfil regularmente? Tem usado o seu perfil como um currículo ou como ferramenta de marketing?

Partilhe os seus comentários e questões em baixo.

  • Maria João Correia

    Esta artigo é super interessante e concordo plenamente com ele.
    A minha única questão é:
    No exemplo dado sobre os estudos de caso, sendo eu estudante, como posso realizar estudos de caso relevantes para a área que me quero afirmar? Ou seja, posso tentar realizar um estudo (com todas as fases que ele implica) sem ter nenhuma autoridade por trás?

    • Olá Maria João,
      Tudo bem?
      Ainda bem que gostou! Espero que ajude a melhorar o seu perfil.
      O melhor conselho que posso dar relativamente aos casos de estudo (e lembrando-me de quando eu não tinha os mesmos para apresentar no meu perfil), e tendo em conta que a Maria João já colaborou na organização de eventos, quais foram os resultados que conseguiu?
      Crie uma apresentação e publique no slideshare a contar todos os passos envolvidos na promoção do XV ISCULTURAP: como conseguiu contactar os media? Quantas notícias conseguiu que fossem publicadas sobre o evento? Em que meios de comunicação? E nas redes sociais? Quais foram os resultados que conseguiu antes, durante e após o evento?
      E enquanto estagiária na Zizabi? Quais são os resultados que tem alcançado? Há alguma publicação que se tem destacado? Que resultados teve essa publicação?

      Possui algum blog? Se ainda não tem, crie um. Escreva alguns artigos, começe a publicá-los e a comunicá-los. E depois partilhe os resultados – Número de visitas ao blog, número de partilhas dos seus artigos, etc.

      Se precisar de alguma ajuda/dica para iniciar alguma dessas atividades, disponha.

      Obrigada,

      Helena.

    • Olá Maria João,
      Tudo bem?
      Ainda bem que gostou! Espero que ajude a melhorar o seu perfil.
      O melhor conselho que posso dar relativamente aos casos de estudo (e lembrando-me de quando eu não tinha os mesmos para apresentar no meu perfil), e tendo em conta que a Maria João já colaborou na organização de eventos, quais foram os resultados que conseguiu?
      Crie uma apresentação e publique no slideshare a contar todos os passos envolvidos na promoção do XV ISCULTURAP: como conseguiu contactar os media? Quantas notícias conseguiu que fossem publicadas sobre o evento? Em que meios de comunicação? E nas redes sociais? Quais foram os resultados que conseguiu antes, durante e após o evento?
      E enquanto estagiária na Zizabi? Quais são os resultados que tem alcançado? Há alguma publicação que se tem destacado? Que resultados teve essa publicação?

      Possui algum blog? Se ainda não tem, crie um. Escreva alguns artigos, começe a publicá-los e a comunicá-los. E depois partilhe os resultados – Número de visitas ao blog, número de partilhas dos seus artigos, etc.

      Se precisar de alguma ajuda/dica para iniciar alguma dessas atividades, disponha.

      Obrigada,

      Helena.

  • Sempre vi Linkedin sozinho como ferramenta profissional mas é verdadeiro que tem um grande potencial como plataforma de marketing. Grande trabalho!

  • Camila Lessa

    Olá, como faço para mandar uma mensagem para muitas pessoas no LinkedIn ao mesmo tempo mas a mensagem ser personalizada com o nome de cada um?

    • Olá Camila, como está?
      Essa não é uma boa prática, pelo que o meu conselho é que o faça.
      Personalize a sua mensagem – sempre – e adapte à pessoa que está a contactar. Só assim é que conseguirá ter o melhor resultado nesta plataforma.

  • Olá, artigo interessante. Corrija só a frase “Contudo, e para reforçar o ponto anterior, tenho comecei a adicionar estudos de caso” porque aquele “tenho” não faz parte.

    Mas a minha pergunta é: se escrever em “Português” no Linkedin (Pulse), qual a audiência que o Linkedin irá abranger? Vai mostrar este conteúdo apenas a utilizadores de países como Portugal ou Brasil, ou irá aparecer a utilizadores e outros Países como Inglaterra ou Espanha (a titulo de exemplo).

    Obrigado!

4 formas de usar o LinkedIn como Ferramenta de Marketing

por Helena Dias tempo: 5 min
7