Social media é um dos módulos e disciplinas que mais gosto de ensinar na Aveiro Digital School / ISCIA e, ao mesmo tempo, é uma das mais exigentes, desafiadoras e que mais tempo me consome a preparar e a ensinar.

As redes sociais estão em constante alteração e, por consequência, também o programa, as aulas e os exercícios. Acompanhar as constantes mudanças nas plataformas e ferramentas de social media leva muito tempo, paciência, tentativa e erro.

Os livros ficam rapidamente desatualizados. As plataformas mudam a meio do semestre – já me aconteceu preparar uma aula de publicidade no Twitter num dia e no dia seguinte o Twitter ter lançado uma atualização que mudou por completo a plataforma e, por consequente, os passos para a criação das campanhas.

Desenvolver uma estratégia de marca pessoal, ativar e gerir páginas nas redes sociais e pesquisar e criar conteúdo para partilhar não é uma tarefa fácil para os alunos, ao mesmo tempo que estudam para outras unidades curriculares exigidas no curso.

Hoje partilho algumas das minhas dicas para o ajudar a estruturar a sua disciplina de social media, alguns exercícios para fazer em aula e como pode ajudar a preparar os suas alunos para o mercado de trabalho dos social media.

Como estruturar uma disciplina de social media

Existem diversas formas de estruturar uma aula de social media, mas existem alguns passos que eu sigo sempre antes de cada semestre.

  1. Primeiro determino o foco da aula e o que quero abordar: vai ser um curso de introdução, intermédio ou avançado?
  2. Depois devido o semestre em diferentes módulos, com base nos temas que vou abordar, iniciando com a introdução aos social media e terminando com tendências futuras. 
  3. Por fim, identifico atividades específicas para cada módulo e complemento com artigos e vídeos sobre social media complementares para os alunos.

O objetivo é ter uma estrutura que me permita adaptar e mudar devido às alterações e evolução dos social media.

Como preparar os alunos para o mercado de trabalho dos social media

Enquanto professores, como é que podemos preparar os nossos alunos para uma área que está em constante evolução e mudança? O que podemos fazer para realmente preparar os nossos alunos para um mercado de trabalho, cada vez mais exigente?

Existem algumas coisas que podemos fazer para ajudar os nossos alunos a estarem mais preparados a enfrentar o desafio de conseguir o emprego dos seus sonhos. Deixo aqui algumas das minhas dicas:

Dê o exemplo

Se quer que os seus alunos deem o melhor deles, mostre-lhes o que que é que eles têm de fazer, para que eles saibam quais as suas expectativas. 

Durantes as minhas aulas, conto diversas histórias do meu dia-a-dia entre as aulas e a preparação das mesmas, o trabalho na Social Ninjas, agência de marketing da qual sou co-fundadora e a criação de conteúdos aqui para o Community Manager Portugal. E digo sempre aos meus alunos que não espero que trabalhem mais do que eu, mas faço questão que eles saibam como é o meu dia-a-dia, para que saibam quais são as minhas expectativas em relação a eles. 

O que é que quero dizer com isto? Que a nossa marca pessoal é igualmente importante. As empresas vão olhar para os seus alunos e dizer: ok, tiveste uma disciplina de social media, mas o que é que fizeste lá e, talvez até, quem é que foi o teu professor?

Isto acontece imensas vezes com as instituições de ensino. Muitos empregadores dão muita relevância à entidade onde o candidato concluiu o curso. Numa área tão recente, a sua marca tem de ser visível e conhecida na comunidade de social media.

Aprenda com eles

Enquanto professores, às vezes esquecemo-nos o que significa ser estudante e por aquilo que os nossos alunos estão a passar. É preciso sermos capazes de nos colocar ao nível deles, perceber o que eles estão a experienciar e avaliarmos as nossas próprias competências.

Eu acredito e defendo que, ainda mais nesta área, temos de ser estudantes toda a nossa vida e estou constantemente à procura de oportunidades onde posso desenvolver as minhas competências e conhecimentos. 

É por isso que invisto em livros de marketing digital (e não só) com regularidade, ouço podcasts de marketing semanalmente e renovo as minhas certificações de marketing digital anualmente ou de dois em dois anos (consoante o que é exigido por cada entidade).

Mostre-lhes que, por vezes, o emprego de sonho muda

Isto acontece constantemente – eu própria sou licenciada em turismo e mestre em gestão. Contudo, dê-lhes opções e uma visão geral do que esta área lhes oferece. 

Já assisti diversas vezes a professores que se concentram em apenas uma área nas suas aulas (muitas das vezes por influência da função na empresa onde trabalham). Esta é uma forma de abordar, mas também é importante dar uma ideia aos alunos de que essa é apenas uma opção e que existem outras tantas áreas nas quais podem trabalhar. Por exemplo, algumas das saídas profissionais, dentro dos social media são:

  • Gestor de redes sociais;
  • Gestor de comunidades;
  • Gestor de conteúdo;
  • Criador de conteúdos digitais ou multimédia;
  • Copywriter;
  • Gestor de projeto.

Veja aqui 8 tipos de social media managers (inclui a respetiva descrição da função).

Quanto mais exemplos práticos lhes mostrarmos, mais opções eles terão daí para a frente. 

Convide profissionais para as suas aulas 

Seja pessoalmente ou virtualmente, trazer profissionais para partilharem as suas histórias, conhecimentos e insights sobre o que funciona na indústria é sempre útil e interessante para meus alunos.

Além disso, os meus alunos de Comunicação Digital na Aveiro Digital School, no primeiro ano de curso, organizam o ABC Digital, um evento gratuito, que aborda temas como a publicidade e o marketing e onde os quais têm a oportunidade de fazer networking com diversos profissionais da área. 

Dê-lhes projetos e exercícios que eles possam usar como portfólio

É por isso que, todos os semestres, eu ajusto o programa e exercícios com base nas estratégias e ações que desenvolvemos para os nossos clientes na Social Ninjas. Eu quero garantir que, se na agência recebermos um portfólio como o deles, queiramos logo chamá-los para entrevista. 

Os projetos e exercícios vão, obviamente, depender dos objetivos do seu plano curricular, mas deixo aqui alguns dos exercícios que eu tenho realizado nas minhas aulas.

Atividades para as aulas de social media

  • Auditoria às redes sociais: saber avaliar uma marca nas redes sociais é tão importante quanto ter uma. É por isso que peço sempre aos meus alunos que façam uma auditoria à sua marca pessoal ou a uma empresa à escolha, comparando-a com os seus concorrentes (no caso da marca pessoal, comparam-se com os colegas da turma). A auditoria que coloco os meus alunos a fazer foi inspirada no template de auditoria dos Social Media do livro Social Media Strategy de Keith A. Quesenberry Rowman.
  • Criar uma marca pessoal online: com todo o burburinho em torno do tema marca pessoal online, tenho incentivado e envolvido os meus alunos a trabalharem a sua marca pessoal online. O objetivo é que estes não só demonstrem os seus conhecimentos em ferramentas de marketing digital, mas também em criação de conteúdo, destacando as suas paixões e interesses.
  • Criação de um relatório de social media: individualmente, cada aluno tem de criar um relatório de social media, seja das suas, seja dos da instituição onde dou aulas.
  • Hootsuite Academy: um programa de ensino da Hootsuite que oferece aos professores e aos alunos acesso semestral livre a ferramentas e recursos profissionais para as redes sociais. A cada aluno que opte por concluir a certificação da plataforma Hootsuite, ofereço dois valores extra na nota final da unidade curricular.

O que eu aprendi ao ensinar social media

Quando se trata de ensinar social media, aprendi que não vale a pena tentarmos fazer tudo. É importante ter um foco – qual é o objetivo da aula? É um curso de introdução? Ou é um curso de análise de dados?

Também aprendi o quão importante é permanecermos flexíveis, pois as redes sociais estão sempre a mudar. Eu reservo sempre espaço no durante o semestre para falar sobre as tendências futuras dos social media. E, embora ensinar social media exija muito trabalho de preparação e atualização da minha parte, este é um dos módulos mais recompensadores que ensino. Ajudar a futura geração de profissionais a aprender com os atuais é o motivo principal pelo qual adoro ensinar social media.